• Alessandra Pirotelli

A melhor experiência da sua vida


O que de fato nos motiva a buscar por novas experiências?


Provavelmente, a curiosidade ou o desejo de renovar-se. Pode ser também o medo do desconhecido, que nos impulsiona a superar expectativas e encontrar um mundo novo.


Hoje em dia, o mundo está repleto de novidades, muitas delas tecnológicas, que nos apresentam coisas diferentes, que jamais pensaríamos que seria possível. Experimentar sensações e viver realidades paralelas àquelas que estamos acostumados, mesmo que seja só por um momento determinado.


Na produção de um evento, na busca por aproximar-se efetivamente de um público-alvo em potencial, as marcas e os produtores de eventos têm apostado no Marketing de Experiência. Esta ferramenta, impulsionada pelo ambiente digital e todos os seus recursos, conquista as pessoas pela emoção de vivenciar e experimentar, fazendo delas participantes ativas do processo de criação, planejamento e execução de projetos.


O Marketing de Experiência procura entregar, principalmente, um sentido para cada ativação proposta. Algo que o público se identifique, que sinta que pode contribuir enquanto interage com ele. Por isso, construir credibilidade em função de uma boa comunicação com a persona de um evento é fundamental.


Se o seu evento estimula mais vontade por interagir a partir do Marketing de Experiência, então você está indo no caminho certo. As expectativas precisam ser supridas e cada experiência de valor estabelecida é um passo a frente que o seu evento ou projeto vai dar.


Agora é muito importante entender como o Marketing de Experiência funciona na prática. E para isso, já comece a entender como é possível chamar à atenção do seu público através das mídias digitais. Esse ambiente é muito importante para estimular o engajamento das pessoas, gerar curiosidade, oferecer vantagens e colher sugestões para aprimorar a sua produção a partir da participação de quem acessa.


Se o público ou cliente tem voz na formulação de um evento, mesmo que indiretamente, ele se sente mais identificado e livre para estabelecer conexões mais fortes com você e o seu produto. Essa interação deve funcionar em todas as etapas de um evento: na pré-produção, na produção em si e, principalmente, na pós-produção. Isso porque, quando você mantém um relacionamento mesmo depois que o evento já aconteceu, as pessoas se sentem estimuladas a participar outras vezes e a falar do seu evento para pessoas próximas.


Por fim, fique atento ao feedback que recebe do seu público ou cliente, porque é aí que você percebe todos os seus erros e acertos, e pode efetivamente melhorar e crescer como profissional.


Pense no Marketing de Experiência como uma sensação que você quer proporcionar, a partir da informação que o seu próprio público ofereceu. Um ajuda o outro, e todos saem satisfeitos dessa relação.


#alessandrapirotelli #formuladeeventos #sistemaproduzeventos #produzirtransforma #camarotebrasil #euamoproduzireventos #eventos #empreender #empreendedorismo #pequenoempreendedor #liberdadefinanceira #ganhardinheiro #rendaextra #ficaadica #negocioproprio #oimportanteeestaremconstantemovimento #euproduzo #amoeventos #amoempreender #querofazeraminhafesta #amofazerfesta #amofesta #querofazerumafesta

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo